Inglês e Habilidades do Século 21 A escola do século 21 deve preparar para os desafios de um mundo cada vez mais competitivo e exigente no que se refere a competências e habilidades

Escrito por: Guilherme Carvalho

A escola do século 21 tem como missão não apenas a transmissão de conteúdos propostos, mas também a preparação para os desafios de um mundo cada vez mais competitivo e exigente no que se refere a competências e habilidades. Pensando nisso, um grupo de pesquisadores das mais renomadas universidades internacionais elaboraram uma pesquisa que envolveu estudantes, professores e empresários de todo o mundo. O objetivo era identificar quais seriam essas habilidades e competências mais carentes dos profissionais recém-formados para o mercado de trabalho e para a vida. A pesquisa resultou num Framework  de aprendizado que classifica as habilidades e competências em algumas características centrais que devem ser combinadas com 3 grandes categorias de habilidades:

  1. Aprendizagem e inovação
  2. Informação, mídia e tecnologia
  3. Vida e carreira

O aperfeiçoamento das características centrais é essencial para o sucesso do estudante. Esses conhecimentos incluem inglês, leitura, outras línguas, artes, matemática, economia, ciências, geografia, história, governo e cidadania. A pesquisa aponta também relevância de se promover alguns temas interdisciplinares como visão e consciência global, finanças, negócios e empreendedorismo, saúde e meio ambiente. As habilidades relacionadas a aprendizagem e inovação é o que separa estudantes que estão preparados para a crescente complexidade dos ambientes da vida e do trabalho no mundo atual daqueles que não estão. Entre elas estão criatividade, inovação, pensamento crítico, resolução de problemas, comunicação e colaboração. Hoje, vivemos num ambiente imerso em tecnologia e mídias diversas, marcados pela abundância de informação, mudanças rápidas e necessidade de colaborar e contribuir. Cidadãos e trabalhadores eficientes, portanto, precisam cada vez mais demonstrar capacidades e habilidades funcionais e críticas relacionadas ao uso da informação, das mídias e das tecnologias. Ou seja, não apenas saber usar alguma delas, mas pensar criticamente sobre elas. Os ambientes de trabalho e da vida hoje exigem muito mais do que habilidades de pensar e conhecimentos de conteúdo. A habilidade de navegar pelos ambientes complexos na competitiva era da informação requer estudantes que prestem rigorosa atenção ao desenvolvimento adequado de habilidades de vida e carreira como flexibilidade, adaptabilidade, iniciativa, autonomia, sociabilidade, multiculturalismo, produtividade, liderança e responsabilidade. Atenta a tudo isso, a ABA Global Education desenvolveu um Framework  que integra essas habilidades e competências no currículo do ensino do inglês. Com isso, todos os alunos dos seus programas desenvolvem muito mais do que habilidades cognitivas ou conhecimentos específicos, mas também características comportamentais essenciais para o presente e futuro em suas vidas e profissões. O diagrama abaixo que se encontra disponível em todas as salas de aula da instituição ilustra justamente como esse Framework  funciona. Infelizmente, quase nenhuma instituição no Brasil foca no desenvolvimento de habilidades como essas, mesmo quando nos referimos a universidades que deveriam preparar os jovens para o mercado de trabalho. Estes acabam procurando cursos extracurriculares quando poderiam desenvolver essas habilidades enquanto executam atividades da própria instituição, bastando para isso serem orientados com este objetivo.